Registe-se na nossa newsletter e receba todas as nossas informações.


Palmeira cumpre tradição e festeja o Carnaval
home » Notícias » Palmeira cumpre tradição e festeja o Carnaval

Com muita sátira e animação, mais de 300 participantes percorreram as ruas de Palmeira em mais um cortejo de Carnaval organizado pela Associação Recreativa e Cultural de Palmeira, que contou novamente com o apoio da Junta de Freguesia. No final do evento foram distinguidos os carros mais originais, numa tarde onde todos apenas queriam um momento de diversão.


O ponto de encontro dos foliões aconteceu por volta das 14h30 no loteamento da Lamela. O corso seguiu o itinerário normal em direção à Sede da Associação Recreativa e Cultural de Palmeira. Este ano a organização optou por não definir nenhum tema obrigatório para o desfile e, por isso, os participantes escolheram com total liberdade os seus disfarces. O ex-primeiro-ministro José Sócrates foi uma das escolhas mais populares dos foliões que não se inibiram de fazer a habitual sátira social.


António Pimenta, presidente da associação organizadora, mostrou-se bastante satisfeito pela forte adesão por parte da população.


“Dizem que é difícil organizar eventos como este, mas tanto que incentivamos a população que todos foram contribuindo. A chuva estragou um bocadinho a ornamentação dos carros, mas até à última hora acreditamos que o cortejo ia sair. É habitual termos sempre entre 300 a 400 participantes, o que faz desta atividade uma das mais relevantes em termos de adesão em Palmeira”, disse António Pimenta.


José António Peixoto, presidente da Junta de Freguesia, sublinhou a importância de se respeitar e dar continuidade às tradições de Palmeira.


“A Junta não poderia deixar de se associar a esta iniciativa que já dura há quase 20 anos. Por um dia no ano, as pessoas colocam de lado os problemas e festejam com entusiasmo o Carnaval. Temos de saudar a Associação Recreativa e Cultural de Palmeira pela organização deste desfile e porque tem de facto contribuído de forma ativa para o enriquecimento da cultura palmeirense”, explicou o autarca.



voltar